Bem-Vindo(a) Visitante
Conectar com Facebook
Registrar!   Login
Idioma: Português - BR English
Bem-Vindo(a) Visitante
Conectar com Facebook
Registrar!   Login
Idioma: Português - BR English

Criação de saguis em cativeiro

Atualizada 14/12/2015
A criação de saguis em cativeiro é permitida por lei, mas você deve ter autorização do IBAMA.

Os saguis são animais inteligentes, cativantes e estão entre os bichos mais fascinantes do planeta. Isso faz com que sejam desejados como animais de estimação. Mas diferentes de cachorros e gatos, os micos evoluíram milhares de anos para não viverem compartilhando o mesmo espaço com os homens. Eles são animais silvestres e não domésticos, apesar de sua adaptação ao cativeiro.                

A criação e a manutenção de animais silvestres em cativeiro é tão antiga como a própria história do homem. Mais antiga do que a escrita, alguns exemplos como o crocodilo do Nilo no Egito, iguanas na América Central, serpentes na China, águias no Japão, são míseros exemplos, de centenas que se pode citar. No Brasil nossos índios já tinham seus animais de estimação, os quais eram chamados de xerimbabo, que serviam de alimento nas horas difíceis. Xerimbabo é uma palavra engraçada cujo significado pode ser um papagaio, um cachorro, um sagui, um gato, um canário belga etc.

No Brasil existem diversos criadores autorizados pelo IBAMA, para comercializar micos e outros animais silvestres. Ao adquirir um animal no tráfico, além contribuir com a devastação de nossos recursos naturais, estará sujeito a sanções legais.

Quando você adquire um animal com origem legal, ele deverá vir acompanhado pela Nota Fiscal, onde constará o número do registro do criador, junto ao IBAMA, e o número de marcação do animal. A Nota Fiscal é a garantia de origem do animal, sem ela você poderá sofrer processo e multas, além de perder o animal.

Em caso de dúvidas entre em contato com o Núcleo de Fauna do IBAMA do seu estado ou através da LINHA VERDE 0800-618080, a ligação é gratuita.

Dicas da Marilu Moreira

Falaremos um pouco sobre a alimentação em cativeiro e lembramos que os saguis da Ilha Grande são espécies introduzidas pelo homem. Em liberdade, o sagui se alimenta de vários insetos, frutas e ovos de pássaros e por isso, causam alterações no ecossistema da região.

Também alertamos os pais para que não deixem as crianças chegarem perto dos animais soltos na mata, pois eles podem se defender mordendo ou arranhando, se perceberem alguma ameaça. A simples ação de alimentá-los pode causar essa sensação nos animais.

Os micos adoram banana, mas não é esta a sua única alimentação e insistindo em fazê-lo, eles não quererão outra coisa e isto os enfraquecerá.

Na sua alimentação, digamos "caseira" deve constar iogurte natural, queijo branco, verduras variadas, idem com os legumes e frutas, carne de frango, ovos, besouros, tenebras, grilos, mariposas, tanajura (que só aparecem em outubro e novembro, mas podem ser congeladas no freezer), larvas de marimbondo e de abelhas (todos estes itens têm grande fonte de proteína animal que eles necessitam, mas sem excessos) e até mesmo as papinhas da Nestlé (tanto as salgadas quanto as doces).

Também podem comer um pouquinho de mel, mas jamais misturado a outro alimento. Grande força e saúde deste animalzinho provêm das seivas retiradas de certas árvores, como por exemplo, da goiabeira. Nunca lhe deem lesmas, baratas, lagartixas e ratos, pois podem contaminá-los.

Cuidado! Se você estiver com herpes, jamais os toquem, pois eles morrerão.

Os micos são animais que vivem em grupo e se ele perder o seu companheiro, não o junte logo com outro. Deixe os viveiros bem próximos para que se conheçam e interaja um com o outro. Você mesmo sentirá o momento justo para colocá-los juntos.

Não sou veterinária, mas gosto de ajudar e dar dicas para as pessoas que cuidam desses seres maravilhosos que agradecem e retribuem com amor inacreditável àquilo que fazemos por eles. Marilu Moreira.

© Copyright – Todos os Direitos Reservados

Deixe seu comentário

O que você achou da página, pousada, estabelecimento ou local? Conte sua experiência para nós e para os demais internautas!

Max. 250